Com o interesse da população em diminuir sua conta de energia, juntamente com a ideia de geração própria de energia limpa, a energia solar fotovoltaica tem se tornado um grande atrativo, tanto no ramo residencial quanto comercial e industrial.
Com isto, o número de empresas que oferecem o produto tem crescido consideravelmente. Aqui vão algumas dicas com cuidados básicos para o cliente se certificar que a empresa está lhe oferecendo um ótimo produto e serviço.

    1. Lista dos componentes de um kit fotovoltaico:
      Primeiramente vamos detalhar de forma simples os principais componentes de um kit fotovoltaico. Estes são:

      • Módulos fotovoltaicos (1);
      • inversor – equipamento que transforma corrente contínua produzida pelos módulos, em corrente alternada, forma de corrente utilizada no Brasil (2);
      • Medidor bidirecional (4) – registra o quanto de energia você produziu a mais do que consumiu, e com isso injetou na rede de distribuição de energia elétrica (3). Esta energia se torna um crédito junto à concessionária para que você possa utilizá-lo em dias de menor produção, como por exemplo em dias chuvosos ou no inverno.
    2. Posicionamento dos módulos fotovoltaicos:
      A orientação dos módulos fotovoltaicos que proporcionam a maior geração de energia é a Norte, com inclinação igual à latitude, porém, em muitos casos o local da instalação dos módulos não possui essa orientação.

      • Telhados com faces para NE ou NO geram de 3% a 8% menos energia;
      • Telhados com faces para L ou O geram 12 a 20% menos energia.

      É importante certificar-se que o projetista do sistema fotovoltaicos considerou a orientação do telhado, garantindo assim que o sistema gerará a energia necessária. Outra analise importante a ser feita é a viabilidade econômica da instalação de estruturas dos módulos que possibilite uma melhor orientação.

    3. Sombreamento:
      Um ponto muito importante que sempre precisa ser avaliado no local onde os módulos serão instalados é quanto ao possível sombreamento que possa afetar a geração da energia.
      Algumas dicas é atentar-se para possíveis novas construções ao redor do local, bem como o crescimento da vegetação. Atenta-se para o fato de que seu sistema fotovoltaico será instalado para que produza energia pelos próximos 25 anos, desta forma é interessante o cuidado a longo prazo.
    4. Eficiência dos módulos fotovoltaicos:
      A eficiência dos módulos é diferente da eficiência do seu inversor. Para o caso dos módulos fotovoltaicos, o valor da eficiência para cada fabricante pode variar bastante, dependendo do modelo e também da tecnologia utilizada.
      Atualmente os módulos mais comercializados são os de silício cristalino, para estes, a eficiência costuma ter valores de 15% a 19%.
    5. Eficiência dos inversores:
      A eficiência dos inversores costuma ter valores bem altos, próximos de 96%. Atente para casos onde esta eficiência for menor do que 94%, nestes casos aconselha-se procurar outro fornecedor.
      Outro ponto que você pode se atentar é se seu inversor possui MPPT, isto torna seu inversor mais eficiente.Tenha alguns cuidados básicos com seu inversor:

      • Muitos modelos de inversores são fabricados para áreas externas, porém ele é um equipamento eletrônico, sendo assim é sempre importante mantê-lo em local protegido, assim seu equipamento irá durar mais tempo.
    6. Tempo de retorno do investimento:
      Sabe-se que cada dimensionamento é único, sendo difícil o levantamento do investimento sem que seja feito um bom estudo do consumo de cada cliente. Atualmente, esta ainda é uma tecnologia que possui um valor inicial elevado, no Brasil, porém este cenário tem melhorado muito ao longo dos anos, e sabe-se que e um excelente investimento para quem olha a longo prazo.
      Em termos práticos, para que você possa ter noção do que está comprando, em média o tempo de retorno do investimento costuma ficar entre 3 a 7 anos, de acordo com a região e com o local que o sistema será instalado.
      Atente-se para dimensionamentos onde este o de retorno é muito baixo.
    7. Garantias:
      Todo fornecedor de módulos fotovoltaicos deve lhe dar uma garantia de 25 anos com geração de 80%. Isto quer dizer que ao final destes 25 anos, sua instalação terá uma perda máxima de 20% de sua eficiência.
      Os módulos ainda possuem garantias geralmente de 12 anos de garantia contra defeitos de fabricação e os inversores 5 anos, podendo variar de acordo com o fabricante
    8. Manutenção:
      Um ótimo ponto para os sistemas em questão é a sua baixíssima manutenção. Recomenda-se como manutenção, duas limpezas anuais dos módulos.Atualmente a maioria dos fornecedores oferecem monitoramento em tempo real através da internet, para que você possa realizar a análise da sua produção de energia e fique atento para qualquer alteração indevida.
    9. Ligação à rede:
      A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), dita certas regras quanto aos padrões de instalação que toda distribuidora de energia precisa seguir. Por isso, tire todas as suas dúvidas com a empresa que fará sua instalação, converse sobre todos os documentos exigidos e prazos em questão.Cuidado!
      Mesmo que você tenha adquirido um sistema solar fotovoltaico que produza a sua demanda necessária de energia diária, você ainda precisará pagar um valor mínimo para a empresa distribuidora de energia. Este é um valor mínimo por estar conectado à rede.
      Sendo assim, de acordo com a Resolução Normativa N°414, de 09 de Setembro de 2010, Art. 98, as distribuidoras podem cobrar o custo de disponibilidade:

      • I – 30kWh em R$ para quem tem conexão monofásica.
      • II – 50kWh em R$ para quem tem conexão bifásica.
      • III – 100kWh em R$ para quem tem conexão trifásica.
    10. Certificações:
      Os módulos e inversores devem possuir certificação do INMETROEm relação a empresa, exija profissionais habilitados, que possuam o registro do CREA – Conselho Regional de Engenharia e Agronomia, afinal este é um serviço prestado por Engenheiros, isto garantirá a segurança do seu investimento.EM RESUMO:
      Atente-se para os valores básicos do que você está adquirindo, lembre-se que muitas vezes optar por um preço muito abaixo do mercado pode significar sistemas menos eficientes, preze pela qualidade!

Qualquer dúvida, entre em contato conosco.