Ir para o conteúdo principal Pular para pesquisar

CORREÇÃO DE FATOR DE POTÊNCIA

A empresa Spio Malhas trabalha com a confecção de peças de vestuário na cidade de Timbó – SC. A indústria, em constante crescimento, percebeu uma cobrança a mais em sua fatura, devido ao baixo fator de potência.

Qual foi a solução?
Através de medições com o analisador de energia foi possível identificar o problema e fazer a correção para elevar o fator de potência aos limites exigidos pela ANEEL, proporcionando uma redução de custos em média de R$ 12.500,00/ano.